O impacto de um automatismo integrado de forma ótima na cadeia de abastecimento pode ser enorme. Os automatismos permitem a reprodução fiel de ações repetitivas, desde que os sistemas informáticos sob os quais trabalham estejam bem estabelecidos.

Na ICP, somos confrontados todos os dias com um mercado em constante mudança e elevada exigência, onde a distribuição B2B, B2C e comércio eletrónico com entrega em 24h, obriga os elos da cadeia de abastecimento a realizar os mesmos processos com maior qualidade em menos tempo.

Os automatismos por si só oferecem-nos um valor realmente diferenciado no momento da realização de uma operação logística. A nossa equipa informática desenvolve um software específico para cada um dos automatismos que implementamos, para que possamos aumentar a sua produtividade em 40%.

Processo de implantação de automatismos

A incorporação de uma nova tecnologia deve ser realizada de modo a que todos os processos logísticos envolvidos não sejam afetados durante o período de implantação.

Em primeiro lugar, devem ser detetadas as ações que podem ser automatizadas e parametrizadas no interior do armazém. Consequentemente, deve ser encontrada a melhor solução automática que proporcione o maior valor, eficiência e produtividade à cadeia de abastecimento.

Os passos seguintes destinam-se à parte da instalação propriamente dita: montagem do hardware e desenvolvimento e integração do sistema.

Em seguida, é estabelecido um período de testes para garantir o funcionamento da nova operação. Finalmente, procedemos ao arranque e estabelecemos um plano de manutenção.

Na ICP contamos com uma equipa de projetos e uma equipa de IT que analisa cuidadosamente as novas integrações e garante a implementação das mesmas de forma rápida e eficiente.

Armazéns automatizados

Automatização na ICP Logística

Existem todos os tipos de automatismos que nos permitem melhorar elos específicos na cadeia logística.

  • Miniloads: Essenciais para a preparação de encomendas constituídas por referências de tipo A (referências com alta rotação), onde a mesma referência participa na preparação de várias encomendas, ideal para uma preparação B2B. Este sistema tem uma capacidade de picking até 1500 linhas/hora.
  • Multishuttle: Sistema de armazenagem automático para localizações multi-referência e preparação de encomendas com referências tipo C, muito interessante para a preparação de pedidos B2C. Os multishuttle permitem mover mais de 600 caixas/hora.
  • SAPA: Sistema Automático de Picking de Paletes que funciona de forma semelhante a um miniload mas com localizações de maior volume.
  • Sorter: Para classificar mais de 4000 encomendas/hora por transportadora. Ótimo para o processo de expedição da mercadoria.
  • Embaladora automática: Ideal para a preparação e verificação automática de encomendas com impressão de documentação e colagem de etiquetas de transporte. Tem uma capacidade até 2000 encomendas/hora.
  • SPAT: Sistema de picking automático de cartões com uma capacidade até 16 000 cartões/dia.

Na ICP vemos os automatismos como a tecnologia destinada a tornar o trabalho mais eficaz e seguro, onde a tomada de decisões pelos profissionais da ICP ainda é fundamental para oferecer um serviço logístico de qualidade.

O futuro

Falar da ICP é falar de inovação tecnológica e desenvolvimento de processos.

A procura constante e o investimento em soluções inovadoras que permitem acrescentar valor à cadeia de abastecimento faz parte da nossa estratégia de crescimento.

Isto reflete-se em vários projetos que iremos levar a cabo em 2019, incluindo a implementação de dois novos multishuttles para as nossas instalações de Meco 1 e Guada 1.